Eduardo Sterblitch se arrepende dos ‘crimes’ que cometeu no Pânico: “Tenho vergonha” – Arroba News
Siga o EGOBrazil nas Rede Sociais

Entretenimento

Eduardo Sterblitch se arrepende dos ‘crimes’ que cometeu no Pânico: “Tenho vergonha”

Publicado a

em

Aos 36 anos, Eduardo Sterblitch relembrou o início de sua carreira na televisão e confessou se arrepender do tipo de humor que fazia na época do programa Pânico. Ele descreveu suas atitudes na época como criminosas, mas ponderou que não sabia estar passando dos limites.

“Eu tenho vergonha dos crimes que provavelmente cometi ali dentro. Era um outro mundo. Tenho vergonha da minha ignorância artística. Era moleque”, desabafou o artista, que recentemente foi pai pela primeira vez, em entrevista à Veja.

“Entrei no Pânico com 17 anos, não tinha nenhuma responsabilidade social, do que representava, da minha responsabilidade enquanto artista. Era muito mais egoísta, muito fascista nesse lugar, como uma pessoa jovem. Fui aprendendo com a vida adulta, não só com o mundo mudando. Piadas homofóbicas, racistas, misóginas, que a gente não percebia”, explicou Eduardo.

No bate-papo, ele também aproveitou para se desculpar com aqueles que ofendeu com suas piadas na atração que começou na RedeTV! e depois migrou para a Band: “Não sei o que gerei de dor, às vezes tem uma piada que ninguém nem lembra que fiz, mas que pode ter machucado alguém. Desculpa. A gente não está aqui para isso, mas sim para provocar, divertir, às vezes até mesmo insultar, mas sempre tudo no divino, no artístico”, finalizou.

Eduardo Sterblitch se arrepende dos 'crimes' que cometeu no Pânico:

Eduardo Sterblitch se arrepende dos ‘crimes’ que cometeu no Pânico: “Tenho vergonha”

** A opinião expressa neste texto não é necessariamente a mesma deste site de notícias.

© A reprodução deste conteúdo é estritamente proibida sem autorização prévia.

Tiago Ghidotti

Continue Lendo
Publicidade

Mais Lidas

© Todos os direitos reservados - Parceiro de Conteúdo do EGOBrazil